Devoro-te

Meus pensamentos devorariam qualquer um;
porque desaprendi a dizer,
e as coisas que falo fazem pouco sentido.
E o que sinto de tamanho euforia, toma o corpo todo, a mente inteira.
Paralisa -me.
Busco muitas compensações para não desenfrear as sensações guardadas, os segredos, as frustrações.
Paraliso- me.
Aprisiono -me.
Vive em combustão e não sei quando minhas chamas devorarão a tudo .

Leticia Calmon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s